O cancro continua a ser uma das principais causas de morte em mamíferos, incluindo humanos e animais de estimação, e apresenta desafios complexos no tratamento. Como donos de animais de estimação, é crucial estar informado sobre os tumores felinos para controlar essas condições de forma eficaz quando elas surgirem. Este artigo explora os tipos comuns de tumores em gatos, seu diagnóstico, opções de tratamento e medidas preventivas.

Tipos de tumores comuns em gatos

  1. Sarcomas de tecidos moles:
    Estes tumores originam-se de fibroblastos (células que produzem tecido fibroso) e outros tecidos de suporte, geralmente desenvolvendo-se sob a pele. Eles variam em malignidade; alguns são altamente agressivos, infiltrando-se extensivamente nos tecidos locais e metastizando precocemente para os gânglios linfáticos e os pulmões. Outros são menos agressivos e menos propensos a se espalhar.
  2. Adenomas intestinais:
    Linfomas e adenocarcinomas são os tumores mais prevalentes que afetam o trato gastrointestinal dos gatos. Os adenocarcinomas geralmente envolvem o intestino delgado ou grosso (raramente o estômago) e crescem rapidamente, muitas vezes causando obstruções intestinais. Os sintomas comuns incluem perda de apetite, perda de peso, vômitos e diarréia. Esses tumores freqüentemente metastatizam para os linfonodos locais e invadem extensivamente as paredes intestinais.
  3. Tumores Mamários:
    Mais comuns em gatas mais velhas (embora também observados em machos e fêmeas esterilizadas), esses tumores podem afetar uma ou mais glândulas mamárias, apresentando frequentemente múltiplos inchaços ou nódulos firmes. Com o tempo, a pele sobre esses nódulos pode ulcerar. Os tumores mamários freqüentemente se espalham para os gânglios linfáticos locais e os pulmões. É digno de nota que os tumores mamários, embora menos comuns em gatos do que em cães, são predominantemente malignos em gatos.

Procedimentos de diagnóstico para tumores felinos

  1. Observação: O monitoramento regular do comportamento e da condição física de um gato é vital. Qualquer aumento persistente de caroços ou outras reações adversas de longo prazo, como depressão ou problemas gastrointestinais, deve levar a uma consulta veterinária.
  2. Imagem: Radiografias e ultrassonografias são essenciais para avaliar o abdômen e verificar se há tumores.
  3. Biópsia e testes bioquímicos: Amostragem de linfonodos locais (através de biópsia ou aspiração) e exames de sangue são realizados para confirmar a natureza e extensão do tumor.
  4. Cirurgia Exploratória: Quando a imagem é inconclusiva, a inspeção direta e a amostragem do abdome por meio de cirurgia são necessárias para determinar a presença e o tipo de tumor.

Opções de tratamento para tumores felinos

  1. Remoção cirúrgica: A cirurgia é o tratamento mais eficaz para a maioria dos tumores benignos e é amplamente utilizada se a extensão do tumor for conhecida. É particularmente aconselhável para gatos mais jovens, pois a remoção precoce pode levar a uma recuperação mais rápida e bem-sucedida.
  2. Medicamento: Para tumores inoperáveis ou malignos, o tratamento sintomático pode incluir esteróides, analgésicos, estimulantes do apetite e suplementos nutricionais.
  3. Quimioterapia: Considerado quando um tumor maligno é inoperável, apresenta alto risco de metástase ou já se espalhou. Os efeitos colaterais podem incluir perda de cabelo e supressão da medula óssea.
  4. Radiação e outras terapias: Técnicas como magnetoterapia, radioterapia e ultrassonografia são usadas para tratar tumores de difícil remoção cirúrgica, como os da cavidade oral ou da região nasal.

Medidas preventivas

  1. Verificações regulares de saúde: Especialmente para gatos mais velhos, exames veterinários regulares podem ajudar a detectar doenças precocemente.
  2. Castração: A castração precoce reduz significativamente o risco de desenvolvimento de tumores mamários em gatas.
  3. Segurança ambiental: Evite expor os gatos a áreas onde possam encontrar agentes químicos.
  4. Dieta e Saúde: Fornecer uma dieta balanceada e manter um peso saudável para gatos pode melhorar seu sistema imunológico e reduzir o risco de problemas de saúde relacionados à obesidade.

Compreender estes aspectos dos tumores felinos pode ajudar os donos de gatos a gerir a saúde dos seus animais de estimação de forma mais eficaz e garantir uma melhor qualidade de vida aos seus companheiros felinos.

pt_PTPT

Pin It on Pinterest